segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

TODOS OS DUBLADORES DE PANTERA NEGRA NO BRASIL SÃO BRANCOS!!!???!!!

Estava com o meu filho hoje e ele me informou que todos(as) os(as) dubladores de Pantera Negra são brancos. O que não me surpreende, visto que vivo num país racista, onde pessoas negras só podem protagonizar personagens envoltos em bandidagem e tráfico. Mesmo assim se o traficante for protagonista é branco como foi o caso de Caio Castro em I Love Paraisópolis, Emílio Dantas e Juliana Paes em Força do Querer. No filme Linda de Morrer Suzana Vieira interpreta uma mãe de santo e Priscila Marinho a empregada doméstica cujo nome e fotografia não aparecem na publicidade do filme como se pode ver na Figura 1  e mas aparece no cartaz do filme, Figura 2, por que não podiam omitir.

    Publicidade do filme Linda de Morrer

   Figura 1. Fonte. Adoro Cinema.
                          

                            Cartaz do filme Linda de Morrer com Priscila Marinho
 
                           Figura 2

No cinema ou novelas brasileiras quando o protagonismo é algo referente à população negra que gera autoestima e a mesma tem a possibilidade de brilhar, este brilho é legado ao(a) artista branco(a), que tem sempre todos os privilégios na sociedade. A mentalidade da sociedade brasileira que detém o poder continua paralisada na época do Brasil Colônia, perpetrando o racismo e ancorada no autoritarismo.

Outro exemplo de racismo explícito foi com o boneco Finn do filme Star Wars que por ser negro encalhou nas prateleiras da lojas brasileiras. O filme era estrangeiro e não teve nenhuma fórmula para embranquecer o protagonista nem filmar um Star Wars à brasileira.




Agora é a vez do filme Panter Negra que vem protagonizado por maioria negra,  mas no Brasil não racista nenhum dublador é negro. Com certeza negros não sentem vontade ou não gostam de ser dubladores, assim como não gostam de viajar de avião e nem assistir os jogos da copa do mundo no Brasil, alí contávamos os negros e negras na torcida. Deve ser por que no país do futebol, os negros não gostam de ir aos estádios.

Pantera Negra

Pantera Negra é um super-harói de história em quadrinhos, publicado pela Marvel e criado por Stan Lee e Jack Kirby no ano de 1966. Ele é príncipe de um reino fictício da África.

    Fonte HQ Fan


Embora exista racismo nos EUA, diferente do Brasil os grandes estúdios cinematográficos conseguem encontrar negros para atuarem em diversos filmes com temáticas variadíssimas, diferente do Brasil que a agência +Add Casting afirmou à Netflix "ser difícil encontrar ator negro bonito no Brasil", e os protagonistas de 3% foram brancos e não são bonitos. 

O filme Pantera Negra é digno de comemoração, pela história, efeitos especiais, fotografia, no entanto o brilho para a dublagem brasileira foi exclusivo para os dubladores brancos, o que nos remete ao racismo explícito no Brasil onde existe um lugar específico para a população negra. É a favela, a bala do soldado do exército, os serviços gerais e os subempregos.É importante denunciar estes grandes atos racistas. Temos que comemorar pelos EUA por que no Brasil dificilmente teremos uma obra prima, ou novelas que visibilizem a beleza e heróis negros brasileiros.

Rosi Barreto
Boa leitura!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

A EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO BRASIL É UMA UTOPIA


Fonte: You Tube

Hoje acordei e ao verificar a internet recebi este vídeo de meu filho. Estava na página do Facebook, PorQueNão? A minha reflexão é a seguinte. Para rolar educação assim no Brasil as pessoas precisam ter educação doméstica em primeiro lugar, respeitar o outro. Segundo saber exercer a cidadania e democracia, pessoas com a compreensão deturpada destes conceitos não sabem exercer a cidadania e se mantém na submissão sem noção de organização para as conquistas sociais. 

A mentalidade não se modifica no Brasil por que existe a perpetração da mentalidade escravista, da época da colônia, ela ainda é patriarcal e exercemos o patrimonialismo sempre. Quanto a inclusão social, os políticos brasileiros não conseguem governar sem miséria, por aqui é necessário projetos sociais para manutenção da pobreza, sendo assim não crescerá, o crescimento e desenvolvimento para o Brasil é uma utopia. A sociedade brasileira têm mentalidade escravista e não admitirá jamais o filho do rico estudando com o filho do pobre, ela se felicita com camarotes nas festas para não haver misturas, é preciso demarcar os lugares dos que podem e dos que não podem pagar. 

É preciso que a educação seja além de tudo citado acima promotora do conhecimento e aprendizagem, que não tenha como objetivo final apenas a nota a qualquer custo com o aval da população e educadores. Estes também gostarem de estudar e não concordar com as manipulações feitas pelo Ministério e Secretarias de Educação. A própria classe docente é dividida, os universitário que vivem em grupos fechados, imaginam-se melhores que os da educação básica, estes ganham um salário bem menor, a divisão de classe dentro da classe docente, 

O brasileiro precisa viver fora do infantilismo, do facilismo, de um sistema que aprova estudantes formando-os analfabetos funcionais com o aval dos próprios docentes que sem noção do que é ser cidadão e democracia aceitam tudo que vem dos órgãos superiores que elaboram os projetos da educação brasileira perpetrando a promoção da ignorância social projetada. 

É uma verdadeira utopia o projeto de educação brasileira como a da finlandesa, para isso a população precisa querer e ademas, os políticos também brasileiros saem da sociedade brasileira. vivemos felizes numa sociedade que permite e convive feliz com a impunidade, a corrupção, a injustiça social, racismo, feminicídio, transfobia, xenofobia, intolerância ao candomblé, umbanda e espiritismo. Nunca faremos educação no Brasil assim por que não é a prioridade. 

As verbas públicas, muitas das vezes servem para a corrupção desenfreada não para investimentos sociais. Enfim, para uma educação coma a finlandesa é preciso iniciativa dos políticos brasileiro estes não precisam de uma sociedade educada e sim com baixa autoestima, aterrorizada, expropriada de seus direitos, submissão ao capital estrangeiros das empresas multinacionais atuando diretamente no mercado interno. Capital estadunidense: Walmart ela é  a mesma antiga Rede Hiperbom Preço, Sam's Club, Todo Dia Max Atacados, Mercadorama e Nacional. E a GPA - Grupo Pão de Açúcar que é a mesma Assaí, Pão de Açúcar, Jumbo, Casas Bahia, Ponto Frio, Extra, Partiu Viagem, E-hub, Cdiscount, Taeq, Club des Sommemliers, Casino, Filnadek, Qualitá, Caras do Brasil, Bartira e Chef.

Para não ficar a trás a Rede Cencosud chilena se uniu às GBarbosa, Mercantil Rodrigues, Perini, Bretas e Prezunic. Sem falar na linha chilena Krea. Assim, os políticos vão fazendo as leis beneficentes, escravistas e vendendo todo o país para empresas estrangeiras enquanto vivemos felizes na alienação sem saber muitas vezes como anda a política econômica no território nacional, até por que a maioria das pessoas, mesmo as que estudam vivem alheias ao conhecimento e fechadas em suas caixinhas se achando o rei e rainha da cocada de todas as cores, o último pacotinho de biscoito e e último suco ou gole de água do deserto.

Enquanto vivermos assim, jamais teremos uma educação como na Finlândia, que é um projeto de governo. O nosso governo nunca teve projeto de governo.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

PEDINDO A DEUS QUE LULA GANHE AS ELEIÇÕES EM 2018!!!

Pedindo a Deus que Lula ganhe as eleições, com certeza ele barrará reforma da previdência que começou no governo dele mesmo e a do ensino médio que começou no governo de Dilma Russeff.

As pessoas vão comer, comprar carros, viajar de avião por que ele revogará a lei da ANAC, e a trabalhista, sendo assim de livre e espontânea vontade ficará em má situação com os empresários e bem com o povo.

Aquela reforma da previdência para funcionários públicos, feita no governo de Lula que os servidores não se aposentarião mais com salário integral ele pensará e voltará a ser aposentadoria integral.

O salário aumentará como era antes. No governo do PT com Lula e Dilma Russef o salário mínimo atendia à constituição. No artigo 7º, iniso VI, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, garantiu aos trabalhadores urbanos e rurais um salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim. No governo do Lula o salário dava para tudo isso.

Ele não fará alianças com partidos como o PSDB e PMDB, partido de Temer e não colocará pessoas com Temer na chapa como o PT colocou Temer na chapa de Dilma Russeff. Mas, mesmo assim Dilma diz que não descarta aliança do PT com o PMDB, mas não aliança nacional. Não entendi, PMDB é o partido do golpista. alianças nefastas nunca mais.

Mudará as leis eleitorais e ninguém mais será obrigado a votar sem sofrer sanções. Irá ás urnas quem quiser, enfim somo democráticos. Essa lei nunca mudou com qualquer partido no poder.

Combaterá o extermínio da população negra e elaborará projeto que modifique o código penal brasileiro para os políticos ficarem presos, vai acabar com a impunidade.

Também colocará no seu governo pessoas de confiança para informar quando houver corrupção e ele ficar sabendo, afinal fica feio dizer que não sabia de nada.

Não ficará calado quando em se tratando de investigar qualquer chapa como ficou na cassação da chapa Temer e Dilma por que... não sei por que. Por que? Por que ficaram calados Dilma a e Lula e não fizeram pressão pra prende o golpista? Se Temer é golpista e corrupto melhor a hora era aquela para falarem Lula e Dilma e pedirem investigação para a sua chapa mesmo, mas ficaram caladinhos!!!

A segurança nacional ficará legal e haverá punição para o crime organizado, vai acabar a impunidade.

O SUS, vai melhorar e a população não terá mais dificuldade para marcar exames e fazer tratamento de doenças como o câncer.

Lula elaborará um projeto que regulará a aposentadoria paras políticos.

Depois que Lula for eleito todos os problemas serão resolvidos e a corrupção cotidiana não acontecerá mais, o Brasil será um mar de rosas.

Deus ajudará, ele não será condenado e não perderá o seu direito de secsandidatar.

VIVA LULA!!!

Boa leitura!
Rosi Barreto.



Referências

Dificilmente faremos aliança com o PMDB em nível nacional. <http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,dificilmente-faremos-alianca-com-pmdb-em-nivel-nacional-diz-dilma,70002083221>

sábado, 20 de janeiro de 2018

NEONAZISMO NO BRASIL? SÓ RINDO!



Fonte: Facebook, https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2094646967217063&set=a.814085398606566.1073741826.100000153417400&type=3

No país da descaração, da desordem, vagabundagem da bandidagem tem solo fértil o neonazismo brasileiro. No país onde se apoia Bolsonaro é fácil entender tal atitude.

O mais interessante é ser num país de maioria negra, não é engraçado? Imagine um negro num grupo de neonazista, é o caso do primeiro homem da direita para esquerda, com características biotípicas de cearense. Só pode acontecer num país que não é do mundo, o Brasil.

Por que não é do mundo?

1 - Os(as) brasileiros(as) dizem que vivem num país democrático. A nossa democracia começa assim, se a pessoa não for votar: não pode requerer passaporte, não pode receber salário de entidade públicas e assistidas do governo, não pode fazer parte de concorrência pública, ou administrativa em qualquer instituição da união dos Estados, dos Municípios, ou Distrito Federal; não pode solicitar empréstimo em qualquer banco, ou estabelecimento de créditos subsidiadas pelo governo ou fiscalizada pelo governo. não pode requerer nenhum documento que necessite de quitação eleitoral. enfim . não pode renovar matrícula em qualquer instituição de ensino pública ou fiscalizada.

2 - Não sabem respeitar os direitos do outro e vivemos um feminicídio sem precedentes: A taxa de feminicídio é a 5ª maior do mundo. quantos países tem o mundo?

3 - Vivemos num pais racista e isto se resvala para o extermínio da juventude negra onde o Brasil se destaca;

4 - Manutenção da pobreza como forma de dominação;

5 - Em que país do mundo um categoria que deveria educar aceita aprovar estudantes semianalfabetos para a série seguinte?

6 - Em que país do mundo as pessoa vivem de achismos e do que é veiculado apenas na televisão, que não lê um livro;

7- Em que país do mundo se consegue viver com tanta impunidade;

8 - Em que país do mundo tem tantas religiões, as pessoas são cristãs fervorosas e conseguem viver com tanta impunidade sem se indignar, e haja vista que Cristo não aceitava desrespeito era um cara defensor dos direitos humanos.

9 - Onde estão os movimentos negro e GLBT?

10 - Um país que no século XXI adota educação confessional nas escolas.


Citei apenas 10 pontos que numa verdadeira democracia isto não aconteceria. Numa verdadeira democracia as pessoas se respeitam, defendem os seus direitos e sua cidadania. Um cidadão de verdade faz isto não se acovarda num sofá sentado se indignando no facebook e no whatsApp. Um cidadão de verdade não aceita que político A ou B possa roubar por que faz alguma coisa, que é de dever dele para a nação que se elegeu. Cidadão de verdade não fica sentado vendo seus direitos descerem pelo ralo sem fazer nada, cidadão de verdade não vota em ladrão. Cidadão de verdade pensa na coletividade do país e não apenas nele mesmo. O cidadão de verdade consegue entender que o país vai bem quando todos vão bem. Um cidadão de verdade todas as categorias trabalhistas e unem não se fragmenta em sindicatos que sentam na mesa com o governo para negociar a vida dos trabalhadores usurpando direitos. Um cidadão de verdade não negocia protesto com o governo e não defende um governo que começou a retirar direitos trabalhistas como o PT (Partido dos Trabalhadores). Um cidadão de verdade ouve e assume quando está errado e nós enquanto população não conseguimos isto. Estamos certos em tudo, não conseguimos fazer autoavaliação para corrigirmos os nossos erros. Um cidadão de verdade não se acomoda ao facilismo.

Retomando o fato do neonazismo brasileiro. O Brasil mundialmente é reconhecido como de maioria negra assim como os dados do IBGE, é um paradoxo existirem neonazistas, mas o Brasil também é racista, homofóbico e têm leis frágeis e impera a impunidade, o pior os cidadão que não sabem ser cidadão aceitam, creio que para se beneficiar um dia da impunidade.

Sabemos que pretos são abordados como bandidos no Brasil e esses neonazistas brancos não serão presos, se defenderão com a impunidade. Eu me pergunto, onde estão os movimentos LGBT e o Negro?

Mas como somos brasileiros, não conseguimos pensar coletivamente os grupos continuarão cada um no seu quadrado defendendo os "seus" direitos. Os Como muitos no Ceará não se consideram pretos, mas são quase pretos e os descendentes de espanhóis cearenses jamais tomarão partido dos outros por que vivemos cada um no nosso quadrado imerso no seu preconceito.

Em que país do mundo uma sociedade aceita isso? Só pessoas que não sabem o significado de democracia e cidadania, sem amor no coração e anticristo.


O neonazimo brasileiro floresce com o racismo e a homofobia existente na nossa sociedade que não evoluiu do Brasil Colônia. Como prender um branco se branco não pode ser preso no Brasil e quando vão escondem o rosto e nem tem um programa de Bocão para fazer isto? Num país de quase pretos, racistas, homofóbicos e machistas que não conhecem os direitos humanos este tipo de neonazismo ganha força por que dentro de quase cada família existe uma pessoa camuflada e portadora destes preconceitos. Se fosse diferente seríamos diferentes. Para alguns brasileiros racistas esse grupo vem numa boa hora, exterminar a população negra junto com a polícia. Num país racista é difícil barrar um neonazista branco!

Neonazismo em Fortaleza. Só pode acontecer num lugar que não é deste mundo. Fortaleza se localiza no Ceará e na Região Nordeste, discriminada. E discrimina negros e homossexuais, é surreal.

Concluindo, o que podemos fazer diante da incapacidade de organização coletiva sem ser de forma política partidária para nos fazer representar? E o que podemos fazer:

1- Educação de verdade com profissionais comprometido em ensinar a história do Brasil sem excluir a população indígena e os negros e negras. Educação sem preconceitos.

2- Um partido políticos que seja a nossa cara, que conheça as mazelas do país racista, homofóbico e machista, que represente essas categorias e os favelados, que reconheça os direitos humanos. Este é o Frente Favela Brasil. Temos que fazer frente às bancadas ruralistas, da bala e evangélica.


Referências
Taxa de feminicídio no Brasil é a quinta maior do mundo. <http://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2017-08/taxa-de-feminicidios-no-brasil-e-quinta-maior-do-mundo>.

Bom dia Brasil - destaque negativo para o Brasil em relatório da Anistia Internacional. <https://anistia.org.br/imprensa/na-midia/bom-dia-brasil-destaque-negativo-para-o-brasil-em-relatorio-da-anistia-internacional/>.

A pobreza como forma de dominação. <https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/03/opinion/1514976809_616190.html>

Polícia de SP vê aumento de movimentação neonazista e identifica grupos. <http://www.bbc.com/portuguese/brasil-38603560>.











sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

ADEUS NEGROS E NEGRAS NAS UNIVERSIDADES: O BANCO MUNDIAL DETERMINA E O BRASIL FAZ!

Alegria de pobre dura pouco. Vivemos num país carrasco, racista, nação com governantes miseráveis que promovem deliberadamente a desigualdade social e o desrespeito aos direitos humanos. Festejamos o ingresso dos negros nas universidades e veremos daqui a pouco tempo a maioria deles não ingressarão mais nelas para a felicidade da elite branca que não suporta, outro lugar para os negros e negras diferente de serem serviçais. Serem apenas os soldados do capital. Vamos assistir agora os grandes empresários abocanharem o ensino universitário no Brasil. Já começaram com as determinações da Organização Mundial do Comércio e temos atuando no mercado brasileiro a DeVry (Ruy Barbosa, Área 1, UNIFACS, Fanor (Fortaleza). 

Quando estudei a história da educação brasileira e li o livro História das ideias pedagógicas no Brasil, foi fácil perceber que educação é algo que historicamente foi planejada para não dar certo. Aos brasileiros e brasileiras sempre foi permitido apenas assinar o nome e se transformarem em analfabetos funcionais para atender a um mercado trabalhista, que na atual gestão federal promulga leis escravistas. No ano de 2010, nos meus estudos de mestrado, para a minha tristeza depois das leituras entendi que os projetos de Luiz Inácio Lula da Silva nada eram senão prosseguimento dos projetos de FHC, com poucas alterações. Desacreditei da política brasileira, entendi que todos os políticos estavam no poder para se locupletarem. No ano anteriormente citado também vi que existe uma onda nas entidades internacionais afirmando que as universidades no Brasil não precisam de extensão nem pesquisa, apenas ensino, que as internacionais dão conta das pesquisas no Brasil. Nada menos do que pensar o Brasil como o quintal do mundo, e se mostra desta forma devido à atuação do povo brasileiro.

Como governantes e brasileiros não são respeitados no mundo, a desordem generalizada se estabelece a cada dia no país, a corrupção em todas as camadas sociais e a inércia da população, nos tornamos alvo fácil de quem quer  "colaborar no progresso brasileiro" Banco Mundial! Observo também que o Brasil nunca negocia em pé de igualdade com nenhum país, é um campo propício à corrupção, às negociações absurdas e punitivas para a população brasileira, por sermos uma sociedade pacífica para reagir às investidas políticas descabidas, mas não para cometer feminicídio, negricídio (extermínio da população negra), crimes de xenofobia e homofobia! 

Enfim, a mentalidade dos(as) brasileiros(as) não saiu do Brasil Colônia, ainda defendemos o retorno da ditadura militar! Muitos de nós mantém a mentalidade ancorada no passado, a mentalidade colonizada, no sentido de adorar tudo que vem da Europa e quando temos pesquisas feitas no Brasil por entidades internacionais, corroboramos com a ideia de "nossa incapacidade" de fazer pesquisa. Mais uma vez emerge a nossa baixa autoestima.
Temer adoeceu, mas se mantém firme na proposta de destruição da nação e promover a "internacionalização" do Brasil (investimento internacional com exploração da mão de obra brasileira). 

Agora o Banco Mundial, que e muito bom recomenda que a universidade pública no Brasil deve ser extinta para o governo economizar. Só não sabemos para que se todo dinheiro economizado vai para o bolso do político! Segundo este instituição, " Os gastos públicos com o ensino superior também são altamente  ineficientes, e quase 50% dos recursos poderiam ser economizados. Os gastos públicos com ensino fundamental e médio são progressivos, mas os gastos com o ensino superior são altamente regressivos. Isso indica a necessidade de introduzir o pagamento de mensalidades em universidades públicas para as famílias mais ricas e de direcionar melhor o acesso ao financiamento estudantil para o ensino superior (programa FIES)". 

Uma mão na roda, as grandes empresas que investirem em educação no Brasil ganharão do governo e doa ricos. Aí teremos a Walmart, o Grupo Pão de Açúcar, o Bradesco, Santander, Itaú e outras empresas "investindo" na educação brasileira, sob a direção dos brasileiros. Sendo assim, adeus universidades para todos no Brasil!!! A proposta não e de tudo ruim, mas  partindo de como os governantes brasileiros pensam a "igualdade" isso não dará certo.

Mas, fica a pergunta se temos de investir em educação por que o Banco Mundial se preocupa com o custo do estudante nas universidades federais? Se o ensino público federal investe mais do que as instituições privadas, as estaduais e federais? Fica a resposta para as cenas dos próximos capítulos da história da educação brasileira. Se as mentes colonizadas entenderem que uma recomendação e uma ordem!

Referências:

O globo. Banco Mundial recomenda fim da gratuidade nas universidades públicas. <https://oglobo.globo.com/economia/banco-mundial-recomenda-fim-da-gratuidade-nas-universidades-publicas-22092715#ixzz51K1DZ0HH >. Acesso em: 14 dez. 2017


segunda-feira, 20 de novembro de 2017

20 DE NOVEMBRO DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Bem, mais um ano chega e contamos com o crescente racismo brasileiro. Concordando com o Prof. Carlos Moore ele é cirúrgico. Corta a pele como anestesia, e a própria vítima não sente e segue incólume como se nada estava acontecendo. E com o Prof. Kabengele Munanga que diz ser o racismo brasileiro o crime perfeito, e é. Muitas das vezes o próprio negro defende o racista e diz que nunca sofreu racismo.

Mas, desde o ano 2003 temos uma Lei que defende o estudo da história do africano-brasileiro e do africanos, veremos o seu texto logo abaixo). 

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
        Art. 1o A Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar acrescida dos seguintes arts. 26-A, 79-A e 79-B:
"Art. 26-A. Nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, torna-se obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira.
§ 1o O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.
§ 2o Os conteúdos referentes à História e Cultura Afro-Brasileira serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras.
§ 3o (VETADO)"
"Art. 79-A. (VETADO)"
"Art. 79-B. O calendário escolar incluirá o dia 20 de novembro como ‘Dia Nacional da Consciência Negra’."
        Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
        Brasília, 9 de janeiro de 2003; 182o da Independência e 115o da República.
LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
Cristovam Ricardo Cavalcanti Buarque

 
Mas desde então quase nada foi feito para que nas escolas esta lei fosse realmente implementada. Falta a formação para os professores vetada na lei. Como por em prática algo que por lei veta a formação de professores? Sendo assim o Estado é coerente com a lei, promulga sem dar condições de aplicação e formação de professores com o veto abaixo citado. O que festejamos então?

"Art. 79-A. Os cursos de capacitação para professores deverão contar com a participação de entidades do movimento afro-brasileiro, das universidades e de outras instituições de pesquisa pertinentes à matéria."

Como, um presidente que apoia a população fere os  princípios fundamentais para o acesso dos brasileiros se apropriarem da lacuna deixada pela história do Brasil invisibilizando a maioria de sua população. Que de consciência negra teremos? A única saída é a educação para as relações raciais fica a cargo dos professores militantes para fazerem este trabalho em sala de aula. Este é uma das conclusões de minha tese. As formações e projetos acontecido foram permitidos e sem obrigação de continuidade, uma formação para "inglês ver".

Não resta dúvidas que esta lei está sustentada no racismo dissimulado e doméstico brasileiro que define os conteúdos educativos, deixando para as disciplinas Educação Artística, História e Literatura este trabalho de desconstrução do racismo na história do Brasil. Mas, sem a formação do professor, como fica?

Que felicidade! Temos a lei mas temos também um grupo de intelectuais negros que agem como os brancos. Formam grupos de interesse e excluem outros negros que poderiam e deveriam somar para a união de todos, combatendo o racismo. Muitos destes intelectuais também têm o prazer de dar acesso aos brancos conhecimentos para mais uma vez eles, - os(as) brancos (as) contarem a nossa história a nós negros (as). Faz parte do racismo cirúrgico e crime prefeito.

E o Movimento Negro? Ostentamos o negro no poder? Qual? Pois vemos a cada dia crescer o extermínio da população negra, e a inserção de alguns negros nas universidades, advogados negros, pequenos empresários negros está incomodando a população racista brasileira. Negros são ofendidos cotidianamente no Brasil e presos sem razão, haja vista a prisão de Rafael Braga. Precisamos nos mobilizar, só não vejo como se não conseguimos nos unir.  Temos parte do comprotamento brasileiro da individualidade, do egoísmo. Não conseguimos ver que a união nos fortalece. A maioria está sempre formando os seus grupinhos e esquecendo que a luta é coletiva, muitos querem apenas os holofotes para si fingindo que luta por uma coletividade. Aproxime-se deste grupo e verá a atitude, é a de, excluir e desprezar o próprio irmão negro(a). Muitos desaparecem, reaparecendo quando publica um livro, têm um artigo publicado em uma grande revista, ou fez uma palestra, ou foi convidado(a) para um evento, logo após desaparecem. Assim não cresceremos nunca!

Tomara que no ano de 2018 tenhamos coragem de ultrapassar o obstáculo brasileirístico da individualidade, egoísmo, ostentação do que não existe e consciência de que precisamos nos unir a cada negro(a) morto(a) e discriminado(a) não apenas pela violência policial,  mas no sistema de saúde e educação. Precisamos entender que o que fizemos ainda é pouco, precisamos fazer mais, com união. O egoísmo e a individualidade são os nossos maiores inimigos leva ao racismo e à morte!

Lembremos que Zumbi não pode ter morrido para continuarmos morrendo com as facetas dissimuladas do racismo brasilero!

"Feliz" dia da Consciência Negra! 

Rosivalda Barreto!
Boa leitura!

“A arma mais poderosa na mão do opressor é a mente dos oprimidos.” (Steve Biko) 

 

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

BRASILEIROS GRANDES IDIOTAS TIRADOS A INTELCTUAIS


Gosto do meu país, mas fica visível a cada dia a colonização mental por partes de 80% da população. Ah! Opinamos sobre tudo, até pelas mais absurdas coisas e concordamos com outros absurdos.Está certa a ex-ministra da justiça alemã, "o Brasil é do outro mundo". Sim um povo que concorda com muita barbaridades e assistindo as coisas mais absurdas. Huumm! E.... são tirados a intelectuais, todos sabem de tudo e no achismo opina sobre tudo. Outra coisa interessante é que achamos que fazendo manifestações pacíficas onde as centrais sindicais aliadas aos partidos de direita e esquerda do governo negocia a paralisação, os protestos. Mais ainda todos trabalhadores na mesma situação de semiescravidão de degladiam e se dividem, brigam e não chegam ao consenso. e mais entendem que democracia é o pensar igual e nã debater e chegar ao resultado mais correto. Até por que todos no Brasil sempre estão certos. E mais - brasileiro não desiste nunca e diz assim -aceita que dói menos. Não é coisa de pessoas que pensam democraticamente? 

Agora, celebridades brasileiras também imbecilizada se manifestaram contra a venda da floresta e se calaram diante da venda do pre-sal. E nós, todos grandissíssimos idiotas tirados a intelectuais, opinando sobre tudo nas redes sociais deixamos acontecer. Coragem? Para que? Reclamar nas redes sociais!

Boa leitura!
Rosi Barreto.